Katia Cavalcante

Para especialistas da área previdenciária reforma pode aumentar pobreza no país

Preocupação, dúvidas e expectativas com a Reforma da Previdência. A maioria dos  profissionais na área de educação e principalmente os trabalhadores estão inquietos com a Reforma principalmente as famílias mais pobres que sobrevivem com um salário mínimo de R$ 998,00 para manter a casa e suprir as necessidades como alimentação,vestuário,remédio, saúde e educação. Segundo alguns especialistas da área de economia e direito previdenciário essa reforma está sendo precipitada e pode aumentar a pobreza no país. A idade mínima para se aposentar será de 65 anos para homens e 62 para mulheres e uma contribuição mínima de 20 anos. Para esclarecer algumas dúvidas sobre a Reforma da Previdência a reportagem do CL esteve no escritório dos advogados José Manoel Mairos Alves e Felipe Thomaz Alves da área de Direito Previdenciário, Trabalhista e Cível, e os entrevistou com a seguinte pergunta: Quais os benefícios da Reforma da Previdência para a população brasileira? E quais os lados negativos e positivos? “Não é benéfica, porque restringe direito e tempo de contribuição, quanto a idade delongando a data aquisição do direito ao benefício.

Leia mais...

 

Antônio de Pádua culpa omissão do poder público pelo alto índice de violência em Nova iguaçu

Insegurança, medo e perigo, é dessa maneira que a população iguaçuana tem vivido o seu dia a dia. Sair de madrugada ou a qualquer hora para trabalhar passou a ser desafio para os moradores da cidade de Nova Iguaçu que moram no centro e dos bairros como Miguel Couto, Vila de Cava, Austin,Cabuçu,Km 32 entre outros. A violência nesses bairros tem sido constante. Assaltos em carros particulares, ônibus, roubos de cargas no Arco Metropolitano e na Dutra (próximo ao Posto 13),na Via Light, transversal com a rua Otávio Tarquino, Nilo Peçanha, Dr.Barros Júnior, Cel Francisco Soares, Don Walmor.

Leia mais...

 

Coordenadoria de Direitos Humanos registra 14 desaparecidos por dia na Baixada

Angústia, tristeza, desolação para as famílias que sofrem com desaparecimento de um filho, tio, prima ou até mesmo um amigo. A Baixada Fluminense tem vivido essa realidade a cada dia. As famílias da Baixada, principalmente em alguns bairros de Nova Iguaçu como Miguel Couto, Austin, Vila de Cava entre outros se sentem impotentes por não saber o que fazer quando isso acontece. Cadê as políticas públicas? No dia 24 de maio, às 19h, Jovita Belfort, esteve na Unopar de Nova Iguaçu para palestrar sobre pessoas desaparecidas e ressaltar sobre a importância dos Direitos Humanos para toda a sociedade.Ela é  Coordenadora de Pessoas Desaparecidas na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Direitos Humanos do Rio de Janeiro.Seu objetivo é palestrar nas  universidades,escolas,secretarias municipais e outras repartições. Mãe de Vitor Belfort (lutador de MMA) e Priscila Belfort (que despareceu em (09/01/2004),Jovita,resolveu abraçar essa causa  e a mais de 15 anos é militante desde o desaparecimento  de sua filha tem recebido convites para palestrar na Baixada. Segundo ela, em média, desaparecem quatorze pessoas por dia na Baixada Fluminense. Para entender melhor sobre esse tema sobre Pessoas Desaparecidas e Direitos Humanos a reportagem do CL entrevistou Jovita Belfort pelo WhastsApp, muito receptiva e atenciosa.

Leia mais...

 

Corte de verba universitária compromete o futuro do ensino público superior no Brasil

Cortes e impossibilidades para o futuro dos estudantes nas universidades federais. É um momento dos reitores, diretores, coordenadores pararem para pensar e refletir como fazer para que os 30% de corte não venham refletir no ensino universitário e também não venha abalar toda a estrutura, desde limpeza até o corpo docente. No dia 30 de abril, o Ministro da Educação Abraham Weintraub, declarou para todo o país o corte de 30% nas verbas de todas as universidades federais. Devido a essa declaração no dia 15 de maio os estudantes fizeram uma passeata no centro da cidade do Rio e levantaram as suas bandeiras para reivindicar e gritar para o governo que cada cidadão brasileiro, sem distinção de raça ou posição social, tem o direito de estudar e ter o seu espaço em uma universidade federal.

Leia mais...

 

Projeto da Funarj “Artes e Leitura” traz Toni Garrido ao campus da Rural

Um toque na música e voz nas artes. Um momento que vem dimensionando a cultura e as artes é o projeto “Funarj Artes e Leitura”. No dia 4 de dezembro de 2018, o cantor Antônio Bento da Silva Filho (Toni Garrido), cantor, compositor, ator e vocalista de banda de reggae Cidade Negra e do grupo “Black Carlos”,que toca canções estilos funk  e soul da dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos, esteve na Universidade Federal Rural Rio de Janeiro (UFRRJ)-Campus Nova Iguaçu e falou sobre a sua vida e fez o público interagir a todo momento e a cada intervalo envolvia a todos com seu repertório musical. O tema foi “Encontro com a Arte e o Pensamento de Toni Garrido”. O evento tem como objetivo despertar nas pessoas a importância de participar e conhecer diferentes tipos de linguagens artísticas. O encontro contou com a participação do ator, professor de teatro e psicólogo Jaime Leibovitch. Foi realizado às 15h, no Instituto Multidisciplinar da UFRRJ, que fica na Avenida Governador Roberto Silveira,s/nº bairro Moquetá. A reportagem do CL e esteve no local e entrevistou o cantor Toni Garrido que nos falou sobre a cultura na Baixada. “É um prazer está aqui, adoro está no universo do conhecimento e da troca. A universidade com uma capacidade maior de ver as coisas ter um tamanho maior de ligar as coisas. Eu não venho prá cá pra dizer nada, ensinar nada, pelo contrário, venho pra cá para adquirir mais informação pra trocar com a galera e tirar dúvidas que eu tenho. Constituir uma formação nova de idéia. Venho cá sem padrão pré-definido de nada.

Leia mais...

 

Universidade Rural apresenta a primeira defesa de mestrado

Momentos de comemorações e dever cumprido nessa etapa da primeira apresentação de defesa de dissertação de mestrado foi realizado no dia 25 de fevereiro, às 9h, no auditório de Pós-graduação do Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ-Nova Iguaçu) pela disciplina “Patrimônio, Cultura e Sociedade”. O tema apresentado: “Seu Lugar é no Museu” A atuação do museu vivo do São Bento na construção de sentidos sobre o patrimônio da Baixada Fluminense. A mestranda Tatiane Oliveira de Assumpção Cordeiro foi orientada pela Profª. Drª. Raquel Alvitos Pereira. Participou da banca examinadora o Prof. Dr. Claudio Antonio Santos Lima (UFRRJ), Prof .Dr. Mario de Souza Chagas (UNIRIO),e o Prof. Dr. Uhelinton Fonseca Viana (UFF). Segundo Tatiane, É muito importante desenvolvermos a ideia de que o lugar de todos nós é também no museu. “Eu retirei essa frase de que o lugar é no museu de um jogo chamado ‘League of legends-Lol’  onde o personagem, ao longo da partida diz ao seu inimigo essa frase por acreditar que ele está antigo e capacitado no jogo, então isso faz alusão aos museus como lugares e coisas mortas e antigas. Então eu a uso no título do meu trabalho dessa dissertação no sentido de ressignificar e valorar e o papel que os museus podem ter. Eu retomo a frase e a inscrevo numa perspectiva mais  propositiva e até mesmo provocativa buscando recuperar o sentido dinâmico que os museus podem ter hoje. Já que eles abrigam experiência e cultura viva.

Leia mais...

 

Comércio não está otimista no aumento de vendas para o Dia das Mães

Um momento de carinho, amor e dedicação para um dia tão especial, dia 12 de maio, o Dia das Mães. Algumas lojas estão enfeitadas de corações e flores para chamar a atenção dos clientes para comprar o presente da mamãe. O Dia das Mães é um dos períodos mais importante para o comércio dentro das datas comemorativas. Essa data é importante para os comerciantes para o aquecimento das vendas. Entretanto, alguns comerciantes estão preocupados porque investiram em perfumes, roupas, sapatos, entre outros produtos e as vendas não está acontecendo como esperavam. No ano de 2018, foi um dos melhores para o comércio com as vendas do Dia das Mães. Entretanto, para alguns lojistas 2019 não está sendo igual. O movimento cresceu no calçadão, mas a maioria das lojas continuam vazias. Para entender melhor como o comércio para o Dia das Mães a reportagem do CL entrevistou alguns lojistas com a seguinte pergunta: “Como estão às vendas para o Dia das Mães?”. “Muito ruim. Eu trabalho a trinta anos no comércio e nunca vi um cenário desse. Tudo estático, não há movimento de clientes na loja. As vendas não estão acontecendo.

Leia mais...

 

Editorial

É tempo de sonhar e realizar!

Não adianta apenas pensar é momento de realizar. Quando lançamos a semente, esperamos que a partir dali nasça um fruto saudável e pronto a nos alimentar.
Sabemos que a vida é feita de sonhos, conquistas e realizações. Quero dizer que estou realizando um pedacinho do meu sonho! Estou convidando a todos vocês a fazerem parte dessa realização que é a estréia deste site
knoticiasonline.com.br  Estarei falando sobre vários assuntos como, beleza, cultura, entretenimento, política, esporte (com a coluna Batons e Apitos) e economia.
Aqui vocês encontram reportagens, artigos, entrevistas... matérias atrativas que farão parte do seu dia a dia.
Tenho agradecido a Deus todos os dias pelas bênçãos recebidas. E, gostaria de agradecer toda equipe da agência G4 Vision, esta família de profissionais da qual eu faço parte. Muito obrigada!!!

Editora Kátia Cavalcante

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 3 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 140776
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.