A um ano das eleições iguaçuanos já se manifestam sobre o que esperam do futuro prefeito

A população da Baixada não suporta mais conviver com as desilusões causadas por alguns políticos que prometeram e não cumpriram a realização de obras e projetos como saneamento básico, educação, saúde, ruas asfaltadas etc. Isto principalmente nos bairros de Nova Iguaçu. Alguns eleitores estão na expectativa com as eleições de 2016, afinal faltam apenas um ano para as eleições municipais, na qual serão eleitos prefeitos, e vereadores em todo Brasil. Os brasileiros não suportam mais tantas decepções com prefeitos e vereadores que se elegem mas não fazem nada pela população. A maioria não quer ouvir nem falar em eleição porque sabe que as propostas dos candidatos são sempre as mesmas como - “Se votar em mim eu vou fazer e acontecer”.

Esta frase vem cansando o ouvido dos cidadãos que são sempre enganados pelos futuros candidatos. Nesta edição, o CL entrevistou alguns comerciantes tendo como base a seguinte pergunta: “Quais são as suas perspectivas para o futuro prefeito de Nova Iguaçu?”. “Que consiga realizar as coisas que ainda estão pendentes como algumas ruas com buracos, e o trânsito muito engarrafado entre outras coisas. Porém, em algumas ruas está sendo colocada a iluminação e em outras os buracos sendo consertados. A segurança melhorou bem. Vemos viaturas circulando o tempo todo pelo centro de Nova Iguaçu. Espero que esses trabalhos não estejam acontecendo porque estamos próximo das eleições. Que isto possa ter continuidade.”,disse Marcos Antunes,autônomo. A população iguaçuana quer melhoria. “Que faça melhoria na cidade. Houve uma melhoria na segurança, mas é necessário que haja mais segurança, com viaturas espalhadas nas esquinas. Um lugar abandonado é o parque próximo ao Supermercado Extra. Eu faço caminhada por ali. Está muito sujo e não há limpeza. Para melhorar poderia colocar aparelhos de ginástica para as pessoas praticar esporte, isto ajudaria o local e o valorizaria. A saúde está precária. Deveria abrir outro hospital para não sobrecarregar tanto o Hospital da Posse e também para que a população tenha um melhor atendimento na saúde. Que o futuro prefeito venha fazer um trabalho de qualidade porque nós iguaçuanos já não suportamos mais!.”,falou Sérgio Márcio, comerciante. Eleitores esperam um bom trabalho do futuro prefeito. “O que eu espero é que o futuro prefeito olhe realmente para o povo e para o pai de família. E que possa fazer a cidade crescer, e desenvolver economicamente para gerar novos empregos. Precisamos de um hospital público com qualidade e decência, isto é, também para os funcionários, médicos e enfermeiras (os). Precisamos mais de segurança para a cidade. A maioria das coisas na cidade está um caos: o trânsito, calçadas quebradas, carros em cima das calçadas atrapalhando a circulação dos pedestres. Espero que o novo prefeito olhe com mais carinho para a nossa cidade.”,comentou Washington Luiz,comerciante. O comércio em meio a crise precisa de melhores condições. “Condições melhores para trabalharmos é o que nós precisamos. O comércio em Nova Iguaçu cresceu muito e está muito desenvolvido. Que futuro prefeito possa organizar mais a limpeza urbana da cidade, a limpeza dos bueiros que estão sempre entupidos. Afinal pagamos impostos para que? Tem ter amor pela cidade. Os visitantes quando chegam aqui esperam encontrar uma cidade limpa e organizada. Falta segurança no comércio e na Via Light. O povo precisa de cultura em Nova Iguaçu. São poucos teatros e cinemas. Falta conscientização das pessoas em relação ao trânsito, e a limpeza urbana. A atitude tem que partir de cada um. A prefeitura pode conscientizar a população realizando uma ação social.”,concluiu Adriana Alonso,cabeleireira e comerciante.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 14 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83297
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.