Chuvas e enchentes aumentam o risco de doenças infectocontagiosas

As chuvas chegaram mais cedo deixando a população preocupada com as doenças infectocontagiosas. Na Baixada,Nova Iguaçu, tem sido bombardeada com as enchentes que vem causando muitos transtornos no centro e na periferia. Os iguaçuanos, além de se preocuparem com o Zika Vírus,Chikungunya e a Dengue tem que redobrar os cuidados com as doenças que surgem após as chuva: leptospirose,hepatite,gastroenterite,febre tifóide.

Essas doenças são causadas pelas águas sujas das enchentes contaminadas com bactérias e vírus. É importante que haja a prevenção principalmente evitando o contato com as águas das enchentes, o que para algumas pessoas é inevitável. Na edição do dia 20 de fevereiro a reportagem do CL entrevistou Dr. Claúdio Ciani, médico cardiologista e clínico geral que nos falou sobre a falta de saneamento básico que é a maior causa das epidemias que afetam a população. E nesta edição o CL foi ao seu consultório e fez a seguinte pergunta: Quais são as doenças infectocontagiosas típicas deste período de enchentes? “Moramos num país tropical, onde a incidência pluviométrica é muito alta e as cidades são construídas sem planejamento, onde uma cidade com muitas construções impede a drenagem acumulando água e gerando uma série de problemas,entre eles leptospirose,hepatite,gastroenterite,febre tifóide,relacionada as enchentes. Em caso de enchentes evitar o contato com a água contaminada e no dia seguinte evite o contato com a lama que contem bactérias que transmitem a doença. Proteja os pés e as mãos com botas,galochas, luvas de borracha ou sacos plásticos. As cisternas devem ser lavadas com cloro”,disse Claudio Ciani. Segundo ele, “Nova Iguaçu encontra-se numa situação precária devido a construção recorde de prédios sem criação de infraestrututura de drenagem de esgoto e fornecimento de água. Estrutura que remota aos anos 30. E a falta de saneamento básico que continua sendo a causa das epidemias que afetam a população. As administrações públicas tem dificuldade em encarar este problema porque são obras que ficam abaixo do solo e não são vistas pela população e isto não dá voto. Então esperamos que a nova administração enxergue com clareza este problema e venha proporcionar saúde e conforto a nossa população. Um dos fatores importante para a cidade e a periferia é a limpeza dos bueiros. A população pode evitar de jogar lixo nas ruas”,concluiu Claudio Ciani,médico cardiologista e clínico geral.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 89 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83417
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.