Mulheres admitem que muitos preconceitos ainda têm que ser vencidos

Muitas comemorações, mas muitos preconceitos ainda têm que ser vencidos neste dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. É um dia importante, foi por isso é comemorado e lembrado porque foi a partir de um incêndio em uma fábrica têxtil em Nova York, em 1911,onde operárias morreram carbonizadas reivindicando os seus direitos por melhores salários e jornadas de trabalho. De lá pra cá, as mulheres continuam motivadas reivindicando e buscando a cada dia seu espaço na sociedade. Lutando por melhores condições de trabalho, direitos sociais e políticos.

São mulheres de várias profissões: professoras, esteticistas, contabilistas, vendedoras ambulantes, garis, domésticas, enfim mulheres de todas as profissões que buscam o respeito na sociedade em que vive. Para falar sobre a importância do Dia Internacional da Mulher o CL foi entrevistar algumas mulheres que estão na corrida do dia a dia buscando o seu reconhecimento profissional. “Nós mulheres evoluímos bastante principalmente do lado profissional. Nos dados históricos sempre fomos muito reprimidas, mas temos lutado para conquistar nosso espaço neste mundo machista onde ainda existe muita desigualdade com a mulher. Não devemos deixar de lutar temos que continuar conquistando nosso espaço. Temos que comemorar o nosso dia embora seja todos os dias, mas o dia 8 de março é especial”,disse Vanessa Alves Ferreira,assistente de contabilidade. Mulheres têm buscado o seu valor profissional. “Hoje, a mulher está com o seu real valor porque é a mulher que trabalha, paga seu aluguel e cria os filhos. E graças a Deus nós temos a Lei Maria da Penha que nos defende da violência. Alguns anos atrás a mulher era muito submissa ao homem tendo que aturar humilhações. E hoje, nós damos o grito de liberdade na conquista do nosso espaço. Então, vamos comemorar o nosso dia que foi conquistado com muita luta e garra pelas mulheres”,falou Valéria Nascimento da Silva,empresária. Algumas mulheres exercem os dois lados, pai e mãe. “Estamos conquistando nosso espaço. Sou viúva e consegui criar meus dois filhos isto é, com muita luta e trabalho. Há trinta anos trabalho como vendedora ambulante e isto tem sido o meu orgulho e a minha conquista. Sofremos preconceito em todos os lados, no trabalho, no relacionamento, na vida social, enfim na sociedade. Mas nem por isso vamos deixar de comemorar. Temos que comemorar todos os dias. Parabéns para nós mulheres!”,comentou Ana Cristina da Silva Lobato,vendedora ambulante. “Houve uma grande evolução, porém está só na teoria porque na prática ainda falta muitas coisas principalmente no mercado de trabalho onde o homem compete muito com a mulher e levam muitas vantagens. Temos que continuar nossa caminhada e mostrar que nós, mulheres, somos capazes tanto quanto eles. É bom ter um dia especial para nós porque houve um começo para essa luta.”, frisou Nilce Ferreira, tecnóloga em estética e cosmetologia.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 6 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83290
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.