Agentes comunitários e de Saúde discutem na Riosampa combate ao zika vírus

Um mosquito que vem causando muitas doenças na maioria do país. Este é o aedes aegypti que transmite a dengue, chikungunya, o zica vírus e também a febre amarela que é uma doença infecciosa causada pela picada do mosquito. Em alguns estados do país a população se encontra alarmada com a presença do zica vírus. No Rio de Janeiro, principalmente na Baixada, em Nova Iguaçu o zika vírus está deixando a população preocupada. Foi realizado no dia 10 de dezembro às 9h da manhã, um encontro na casa de Show Riosampa, com a presença do secretário de Saúde Luiz Antônio Teixeira Júnior, Silvio César dos Santos Diniz (coordenador de Fatores Biológicos),Dra. Danielle Borghi, (infectologista),agentes comunitários de saúde, agentes de combate a endemia, entre outros. O objetivo deste encontro foi para que os agentes visitem as residências conscientizando e sensibilizando a população sobre aedes aegypti, que é o causador do zika vírus. Esta campanha será direcionada principalmente as grávidas que podem ser atingidas pelo vírus durante período de gestação. O tema abordado foi “10 Minutos Salvam Vidas”, e a campanha dia “Z”para o combate ao zika.

A reportagem do CL esteve no local e apurou mais informações. “Para prevenir a picada do mosquito a gestante tem que andar de calça comprida e casaco. São necessários estes cuidados. Este mosquito tem o voo rasteiro. Onde estiver uma casa com gestante, o agente comunitário,informe ao agente de endemia  para dar orientações e tratamento dos ambientes no local. E  para criar um cinturão de proteção em toda vizinhança. Os agentes têm que orientar o uso de repelente a vestimenta. Cabe a nós informarmos os cuidados domiciliares e levar os carros fumacês. A gestante precisa da nossa informação. Existe uma atuação da Secretaria Municipal de Saúde ao combate do aedes aegypti”, disse Luiz Antônio, secretario de Saúde. Segundo a Secretaria de Saúde e Secretaria de Vigilância Ambiental, este ano foram notificados 282 casos de zika: em maio foram 3, junho 43, julho 89, agosto 65, setembro 25, outubro 46 e novembro 111. Com uma média de índice de infestação predial  do vetor (I.I.P), nos seguintes bairros: Parque Ambaí – 12,22%, Figueira – 14,04%, Jardim Tropical – 8.43%, Estrada do Ambaí – 5,19% e Tinguazinho – 4,8%, isto a cada 100 casas. O Índice de Infestação Predial do Município é de 1,5%. Durante o período do encontro a infectologista falou sobre os cuidados que as gestantes devem ter. “Inicialmente o zika vírus era uma doença branda e tranqüila, à medida que os meses foram passando este quadro começou a mudar. Em 1947 foi encontrado o vírus na África. É uma doença que já tem uma repercussão mundial. É transmitida pelo aedes aegypti. Dados epidemiológicos como no Brasil,Colômbia e México, tem doenças transmitidas em todo país. O vetor se reproduz em água limpa. É super-reprodutor. A população de gestantes é que nos causa preocupação. As gestantes devem acompanhar os sintomas diferentes durante a gestação. A febre é baixa e provoca dores articulares. Alguns sintomas podem durar até um mês. A fadiga é crônica. O exame laboratorial é sugerido para as gestantes casos suspeitos. É importante que as grávidas usem repelentes. Todos indicados pelo Ministério da Saúde (MS)”,falou a Dra. Danielle Borghi, infectologista. Aproximadamente fora 1.500 agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemia que participaram do encontro para a conscientização da população no combate do aedes aegypti. “Esta reunião é muito importante no controle do vetor. O nosso secretário de Saúde nos convocou para nos falar que este é um momento de sensibilização para o nosso município. O abastecimento d’água irregular com que proliferasse o mosquito. O foco principal são as gestantes. Temos que conscientiza-las da importância da prevenção no combate ao mosquito. Recebemos cinco carros de fumacê. Os agentes comunitários integrados aos agentes das endemias irão fazer visitas domiciliares, tentando, da melhor forma possível, sensibilizar os moradores no controle dos vetores. O aedes aegypti (aedes alpopictus) é o mais silvestre transmissor da dengue,zika e chikungunya. Além disso, a identificação das gestantes dando prioridade a um raio de ações de controle do vetor. Na visita domiciliar será entregue o cheque lista que é uma relação dos possíveis criadores que possam ser encontrados dentro das residências. Durante todo o ano foram mais de um milhão e meio de visitas domiciliares. Cada doença é transmitida por tipos de vírus diferentes,sendo que as três -  a  dengue, a zika vírus e o chikungunya  - são  transmitidas pelo mesmo mosquito aedes  aegypti. No sábado,dia 12, aconteceu às 9h da manhã a campanha “Dia Z”, na Praça Rui Barbosa, no combate ao zika. Foi montado um ambulatório para o acompanhamento das grávidas”, concluiu Silvio César, coordenador de Fatores Biológicos.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 86 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83414
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.