Paulo Santos – Um fotógrafo politizado do cotidiano

Imagens, cores e talento. Este é Paulo Santos, que vem dedicando a sua  arte para fotografia. Nascido em Pernambuco, porém com sangue iguaçuano. Com um ano de idade  veio morar em Nova Iguaçu com seus pais e ficou até aos cinco anos. Depois foi morar na Praça Mauá. Aos 14 anos retornou para a cidade iguaçuana onde vive e realiza seus sonhos e encantos no mundo da fotografia. A reportagem do CL esteve na residência de Paulo Santos para saber um pouco mais sobre a vida e os trabalhos desse profissional repórter fotográfico. “Profissionalmente eu comecei a trabalhar em 1982 com Antônio Duarte do estúdio Fotoni em Comendador Soares. Ele foi o meu ‘guru’, me incentivou a fotografar. Em 1985 comecei a trabalhar profissionalmente em Rondônia”. Em um momento no silêncio das palavras, Paulo nos diz que a fotografia é você parar o instante da história “É uma forma de você congelar um instante histórico”. Este fotógrafo sempre esteve compromissado contra o racismo e as desigualdades sociais. Criador de vários projetos como Ilustres & Anônimos. “ O que me levou a lutar contra o racismo e a desigualdade social é minha própria formação enquanto cidadão.O projeto Ilustres & Anônimos foi criado em 2004. É um projeto que tem a pretensão de homenagear as pessoas anônimas e dar visibilidade a personagens negros. Ele teve boa visibilidade como tem até hoje”. Valorizar os pontos turísticos e culturais da Baixada é uma das coisas que Paulo Santos sabe fazer com sua lente e seu olhar fotográfico. Cada imagem é registrada por este talentoso fotógrafo que tem preferência pela Baixada na hora de fotografar “Eu escolho a Baixada porque conheço muito bem e sempre trabalhei fotografando a Baixada Fluminense”. Paulo tem vários livros publicados. O primeiro livro foi publicado em 2000 Ilustres & Anônimos, depois vieram Nova Iguaçu Imagens da Cidade,Imagens Nova Iguaçu e neste ano publicou o livro Baixada Fluminense em Preto e Branco. “Neste livro Baixada Fluminense em Preto e Branco eu escolhi essa cor para dar sentido mais artístico ao projeto. O livro está no mercado e breve será lançado no município. O sentido de fotografar e registrar as imagens faz deste profissional se realizar na sua carreira a cada dia informando e clicando as imagens e os acontecimentos do cotidiano.”Ser repórter fotográfico é registrar o cotidiano como  imprensa e outra comunicação”. Perguntamos a Paulo Santos quem é este homem com olhar tranqüilo e ao mesmo tempo pensativo. “Este belo tipo faceiro que você ver ao seu lado é Paulo Santos (rsrs...)”.

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 78 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83406
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.