Reforma do Ensino Médio abre debate entre diretores da rede privada

Mudança e preocupação tem sido o motivo para diretores e professores debater e criticar a reforma do Ensino Médio. Na quinta feira, 22 de setembro, foi oficializada a mudança. Segundo o presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o Ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), a reformulação do ciclo foi feita por meio de medida provisória. O Ensino Médio terá um currículo alterado tendo um horário integral nas escolas a partir de 2017. Segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), a meta estabelecida em 2015 era de 4,3, mas o índice ficou em 3,7.

O Ensino Médio é o que está pior, comparado às séries iniciais e finais da Educação Fundamental. Esta medida ainda está em tramitação no Congresso Nacional. A reportagem do CL esteve no Colégio Leopoldo para saber a opinião do diretor-executivo Paulo de Tarso Machado de Barros sobre a reforma do Ensino Médio. “Nenhuma proposta ditatorial tem durabilidade em frutificar. Temos alguns pontos importantes. Quais oportunidades de mercado de trabalho para o concluinte de Ensino Médio? Os cursos técnicos têm a mesma empregabilidade em todo território nacional? Existem regiões carentes especificamente de técnicos que na área não tem cursos de formação? Qual o levantamento técnico que o governo possui de curso para atender aquela área física territorial específica no Brasil? Em Búzios, Rio de Janeiro e Salvador, os cursos de turismo recebem ênfase nas áreas turísticas. E a hotelaria? E a gastronomia?. Segundo ele, existiu um curso na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro que funcionava no campus da Rural era o Centro Técnico de Educação (CETED). “Os cursos oferecidos aos alunos eram de agronomia.pecuária etc. Cursos que realmente condiziam com o nome da Universidade. Hoje em dia são tantos cursos que fogem até o nome da Universidade. Nas escolas estaduais técnicas, seus cursos atendem nossas demandas. Nós temos uma realidade a Escola Técnica  CEFET em Santa Rita, sem nenhum meio de transporte de massa e sem nenhuma política de atendimento ao aluno. O Rio ficou, em termos de transporte de massa com acessos fáceis, o que não temos em nossa região. O Governo Federal colocou um monte de alunos no ensino superior e esqueceu o transporte. Não é só dar passe escolar. A casa se constrói pelo alicerce. Não dá para começar a construção da casa pela laje ou pelo telhado”,concluiu Paulinho Leopoldo.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 95 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83423
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.