A atual reforma do Ensino Médio requer uma boa dose de reflexão

Sem a participação da sociedade civil pelo presidente Michel Temer (PMDB) a medida provisória que irá mexer na estrutura do Ensino Médio a partir de 2017. Uma das mudanças é que irá aumentar o tempo de permanência dos estudantes na escola e a grade de disciplinas será reduzida. Somente as disciplinas língua portuguesa, matemática e inglês são obrigatórias durante os três anos. Nas edições do dia 1º e dia 8 de outubro, a reportagem do CL entrevistou os diretores Paulinho Leopoldo, do Colégio Leopoldo, e Rui Carlos Ferreira,diretor-geral do Colégio-Curso Equipe Grau que nos falaram sobre a reforma do Ensino Médio.

Nesta edição nós fomos entrevistar Edilton da Silva de Almeida, diretor do Instituto Iguaçuano de Ensino. “Pensar a atual reforma do Ensino Médio requer uma boa dose de reflexão. Reflexão que nos leva obrigatoriamente a pensar as dezenas de reformas propostas ao longo dos últimos 30 anos. A atual proposta para o Ensino Médio parece complexa e irreal, pelas condições que temos, pelo intento de fazê-la por uma medida provisória e pela ausência da participação daquelas que convivem o dia a dia dentro do ambiente escolar. É tão desejável quanto tardio propor ensino integral,ao modo dos melhores países em educação;é tão necessário quanto urgente, adequar e atualizar currículos;tão fundamental quanto imprescindível manter os jovens na escola, e prepará-los para a vida, o trabalho e para a continuidade dos estudos. Se olharmos atentamente, todas as reformas das últimas décadas, revelam-se saídas apressadas e pouco consistentes, que surgem em momentos em que parece não haver mais tempo para esperar por soluções, que na verdade deveriam nascer de cuidadosos planejamentos e investimentos. Ensino de qualidade com possibilidade de formação técnica, em escola com infraestrutura que dê condições de trabalho ao professor. Fruto de investimento sérios, é o que todos esperamos e desejamos como um direito dos cidadãos. Segundo Edilton, o fundamental é trazer para o centro do debate, a saída de um modelo universalista ,abstrato e pouco significativo, para um modelo reducionista e pobre, que propõe a possibilidade de diminuir as disciplinas como filosofia,a sociologia ,a literatura e as artes. O que fica claro no momento é que, mais uma vez, não teremos mudanças importantes e eficazes sem levar em conta a situação do ensino e seus índices, as necessidades dos alunos, a experiência dos professores e um projeto educacional para a nação brasileira que transcenda a esse ou qualquer futuro governo”,concluiu Edilton da Silva de Almeida,diretor do Instituto Iguaçuano de Ensino.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 8 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83292
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.