Centro Bom Samaritano reflete em Nova Iguaçu dificuldades de idosos internados em asilo

Solidariedade, compreensão, amor e carinho são primordiais para as pessoas idosas principalmente aquelas que são deixadas em um asilo. A maioria delas passa por um processo doloroso quando são esquecidas pelos familiares. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 40 anos, a população idosa vai triplicar no País e passará de 19,6% milhões (10% da população brasileira),em 2010, para 66,5 milhões de pessoas, em 2050(29,3%).Daqui a 14 anos,os idosos chegarão a 41,5 milhões (18% da população). São aproximadamente 218 asilos públicos no país para receber mais de 20 milhões de idosos. Em Nova Iguaçu não é diferente. São poucos asilos públicos para a quantidade de idosos na Baixada. O Centro Bom Samaritano, no bairro Califórnia, vem passando por dificuldades financeiras e a falta de alimentos.

Há 14 meses eles não recebem o repasse do convênio que tem com o Estado. Para esclarecer está situação aos nossos leitores a reportagem do CL esteve no local e entrevistou Agnes Ribeiro, da Capacitação de Recursos. “A Associação Amor e Vida é mantenedora do Centro Bom Samaritano. São quatro abrigos e um projeto social com 200 crianças que fica em Santa Cruz. Os outros abrigos de idosos também se encontra em Santa Cruz,Nova Iguaçu,Realengo e Paty do Alferes. Em 2011 foi fundado o Centro Bom Samaritano por Isaías de Maciel,por algum período foi reverendo da igreja Presbiteriana do Parque Santa Elias, em Mesquita. Depois fundou a igreja Missionária Cristã. O Centro Bom Samaritano vem passando dificuldades há 14 meses porque não estamos recebendo o repasse do convenio que temos com o governo do Estado. Estamos sobrevivendo com doações”,disse Agnes. Segundo ela, o povo iguaçuano tem sido solidário. “A população de Nova Iguaçu nos abraçou nos dando doações e mantendo a gente de suprimentos em geral, tanto em limpeza quanto higiene pessoal, fralda etc... Dentro desses 14 meses aconteceram duas grandes crises: em abril de 2016 e maio de 2017, que são a falta de recursos financeiros, alimentos, tratamento médico para os idosos, entre outros. A Associação Amor e Vida está arcando com as despesas mensais, como, água,telefone, luz,salário dos funcionários que chegou a atrasar 8 meses.Mas a Associação Amor e Vida esta conseguindo pagar aos poucos. Porém, vamos para cinco meses de atraso. São 65 idosos. Nós temos aproximadamente quarenta funcionários que trabalham no local,na área da saúde entre dez a 15 profissionais. São 33 quartos, sendo ocupados dezoito chegando a vinte ocupações. Para acontecer este movimento que vem sensibilizando a todos em vários lugares principalmente em Nova Iguaçu, foi necessário eu gravar um áudio no whatsapp com pedido de ajuda e divulgar para as pessoas que estão no meu contato. Então,criou-se uma rede de ajuda porque as pessoas compartilharam. Sim,estamos recebendo doações. Porém, nosso consumo semanal é alto. As coisas acabam muito rápido. São cinco refeições por dia. Nossos idosos gastam 16 pacotes de fraldas por dia. Neste período recebemos doações de algumas instituições e empresas que se encontram entorno do abrigo. Esperamos que essas instituições e as empresas continuem nos ajudando. Entretanto, estamos precisando de colchões,ventiladores,mão-de-obra para fazer alguns consertos nos quartos e banheiros, o conserto do elevador que está parado um bom tempo,e dificulta os idosos que são cadeirantes a circular no pátio. Quero agradecer a população por acreditar em nosso trabalho e peço que continuem nos ajudando para que possamos seguir esta caminhada”, concluiu Agnes Ribeiro, Capitadora de Recursos e Promotora Social. O endereço do Centro Bom Samaritano é Rua Sebastião Francisco de Moura, nº57, bairro Califórnia-Nova Iguaçu. O telefone para contato: 21-9 9819-4273.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 31 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 83360
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.