Merendeiras e faxineiras da rede municipal protestam na Prefeitura por salários atrasados

Gritos, revolta e muitos cartazes para chamar a atenção de quem passava pelo local e principalmente do prefeito de Nova Iguaçu Rogério Lisboa. Na manhã de quinta-feira (13), os profissionais da rede municipal junto ao Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), resolveram reivindicar pelos salários atrasados das merendeiras e do pessoal da limpeza. Segundo, a direção do Sepe, o salário deveria ter sido pago no dia 6 de agosto e as merendeiras não receberam. Então, ficou marcado para elas receberem no dia 30 de agosto junto com os servidores, e não foi pago. Esperaram até o quinto dia útil, 10 de setembro, entretanto nada ficou resolvido.

“Estamos entre outros com o mínimo de condições para trabalhar. Além das merendeiras com salários atrasados nós não temos funcionários na limpeza e o contrato terminou e o prefeito fica se apropriando e forçando os funcionários a trabalharem. Caso isso não aconteça ele não irá renovar o contrato com as merendeiras e com pessoal da limpeza. As funcionárias do trabalho voluntário serão dispensadas. Além da falta de material nas escolas os prédios estão depredados sem mínimas condições e uma extensa pauta de reivindicações que não são atendidas”,disse Rogério Carmo,um dos diretores do Sepe de Nova Iguaçu. Além das reivindicações dos salários das merendeiras, os profissionais também reclamam sobre o abono de caráter permanente, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Os profissionais da educação possuem hoje, o que está se configurando, o abono de caráter permanente, o Fundeb, que nos é retirado quando nos aposentamos. É uma pauta também do Sepe a incorporação desse abono para que esse direito seja resguardado. Os professores que dobram a carga horária eles não tem a equiparação aos seus vencimentos e a recomposição salarial de dois anos de inflação, que é direito do trabalhador, foi menos da metade da inflação de um desses anos. A prefeitura concedeu aos servidores de 2016 a 2017 2,3% e a categoria reivindica 1/3 de planejamento, que é a Lei federal e que já deveria estar sendo cumprida e essa Lei vigora há mais de oito anos”,comentou Samanta Aguiar,diretora do Sepe Nova Iguaçu. O manifesto terminou dentro da Prefeitura com os profissionais da educação reivindicando sobre os salários atrasados das merendeiras e do pessoal da limpeza. O Sepe resolveu marcar uma vigília na próxima quinta-feira, dia 20, a partir das 8h da manhã em frente a Prefeitura. E nesse mesmo dia, às 10h, terá uma audiência no mesmo local com os profissionais da educação e a Prefeitura.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 30 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 104733
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.