Procura por material escolar vai até depois do Carnaval

Um entra e sai nas lojas para a compra do material escolar. Os pais estão atentos com os preços dos livros, cadernos, lápis de cor, mochilas, entre outros. O aquecimento nas compras iniciou nesse mês de fevereiro de 2019. Algumas lojas começaram a se preparar em dezembro de 2018, aumentando seu estoque de cadernos e canetas, e outros objetos escolares. O comércio do Calçadão de Nova Iguaçu está atento para recepcionar seus clientes com qualidade no atendimento e nas compras para volta às aulas. Esse ano o Carnaval será no início de março, causando um movimento diferente no calendário escolar.

Afinal, aqui no Brasil o ano sempre começou depois do Carnaval e esse ano está sendo diferente. Alguns pais ainda não compraram o material escolar para seus filhos estão deixando para depois do Carnaval. A reportagem do CL esteve no comércio de Nova Iguaçu e entrevistou alguns gerentes das lojas Yan Livros Livraria Papelaria, Papelaria Santos e loja Prolar com a seguinte pergunta: Como estão as vendas do material escolar? “Vendemos material escolar em geral, como livros e cadernos, entre outros. Nós temos grande perspectivas após o Carnaval.”,disse Evaldo de Souza da (Papelaria Santos). Alguns lojistas esperam que após o Carnaval a procura pelo material escolar aumente. “O aquecimento nas vendas do material escolar aconteceu no início de fevereiro, porém na semana passada ocorreu um bom movimento. A procura varia entre cadernos e outros materiais. Esperamos vender bastante e que a procura pelo material escolar venha aumentar ainda mais e que nós venhamos recepcionar cada vez melhor os nossos clientes”,comentou Jean Menezes,assistente da gerência(Papelaria Santos). Entusiasmo e expectativa nas vendas dos materiais escolares. “A procura do material escolar está ótima. Os pais já compraram no início de fevereiro, porém ainda tem aqueles que não compraram e deixaram para comprar depois do Carnaval. Mas o aquecimento das vendas está excepcional. Nós temos um atendimento de referência para atender melhor aos nossos clientes. Podem vir comprar os cadernos, os livros, enfim a lista completa. Estamos aguardando”,falou Inaldo José de Almeida,gerente da Prolar. Porém, alguns lojistas estão aguardando o aquecimento nas vendas dos materiais escolares. “No início do mês a procura foi melhor, mas estamos aguardando um movimento melhor após Carnaval. Aqui na Yan a procura maior são pelos livros entre outros materiais. Estamos aguardando o aquecimento nas vendas após o Carnaval”,concluiu Tatiane Vieira,gerente da Yan.

 

 

Polícia Militar vem combatendo o tráfico de drogas

A polícia militar apreendeu no dia 8 de julho, na Rua Floresta Miranda, bairro do K11, Nova Iguaçu três elementos que portavam 260 sacolés de cocaínas, 45 pedras de crack, 215 sacolés de maconha. Os elementos foram conduzidos a DP e foram autuados no art.33 da Lei 11343/06 permanecendo presos.

Granada é encontrada no bairro do Paiol

Policiais encontraram na manhã do dia 8 de julho, uma granada na Rua Capitão Alfredo Antunes, bairro do Paiol, Nilópolis. Uma guarnição esteve no local e observou que a granada estava com pino e alça. Devido ao grande fluxo de pessoas que passavam por ali, para a segurança das pessoas a granada foi encaminhada ao 57º DP onde foi apreendido.

Segurança para Nova Iguaçu

O 20º Batalhão da Polícia Militar de Mesquita está fazendo um trabalho de qualidade na segurança dos bairros de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. O Tenente Coronel Dantas tem atuado com a sua equipe de policiais na segurança da população. Vem ocorrendo repreensão de bailes funk irregulares no interior de comunidades, a exemplo Buraco do Boi.

Repórteres exercem dupla função

O Sindicato dos Jornalistas do Município e o Sindicato dos Radialistas do Estado neste mês de maio informou ao Ministério do Trabalho sobre o acúmulo de função de repórteres cinematográficos, que são pressionados a trabalhar como auxiliares de câmera, conforme denúncia da Comissão de Empregados. A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp) – fornecedora de conteúdo para a TV Brasil – e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) serão convocadas para mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho. Esta é a segunda vez que a Acerp é denunciada ao Ministério do Trabalho pelo Sindicato dos Jornalistas em menos de dois anos.

Direitos da Mulher completa um ano

Nilópolis comemorou no dia 27 de agosto com as superintendências municipais dos Direitos da Mulher e da Promoção de Igualdade Racial, o aniversário de um ano da Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a entrega de certificados do curso Negras Criativas.

Palestra sobre deficiente visual no MAB de Nova Iguaçu

No dia 27 de setembro às 14hs, o MAB estará realizando uma reunião para pessoas com deficiência visual. O palestrante é Alexandre do Sindicato de Deficiente Visual do Rio de Janeiro.

Quem está online
Nós temos 25 visitantes online
Contador de Acessos
Visualizações de Conteúdo : 134242
Clima Tempo

Empresas de rádio e TV recusam negociar salário digno para jornalistas

Os representantes das empresas de rádio e TV não apresentaram nenhuma solução na última rodada da campanha salarial, realizada na sexta-feira (06/06). Foram mantidas as cláusulas da proposta anterior,consideradas insuficientes pela categoria,que rejeitou em assembléia.